Curiosidade sobre a montadora americana mais famosa de todos os tempos: Harley-Davidson

Compartilhe e Curta
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Hoje iremos conhecer um pouco mais sobre a montadora mais americana de todas, a Harley-Davidson já ultrapassou a barreira de ser apenas uma marca, se tornou um estilo de vida, praticamente um estado de espírito para muitos.

A Harley-Davidson influenciou e ainda influencia muitas gerações, muitos apaixonados por esse estilo de vida que a Harley-Davidson se tornou o definem como o desejo e a sensação de liberdade, criar um vínculo homem-máquina com a motocicleta e poder até senti-la, quase que como se pudessem se trasportarem pra outro mundo quando estão em suas motos.

Em 1903, na cidade de Milwaukee, no estado de Wisconsin, Willian S. Harley e Arthur Davidson se juntaram para projetar uma motocicleta, inspirados pelos modelos europeus, inicialmente o projeto era uma bicicleta motorizada, ambos trabalhavam em uma empresa automotiva, o que tornou o desenrolar do projeto um pouco mais simples, o que não significa que não tiveram dificuldade, até conseguirem a um resultado satisfatório foram muitas tentativas que acabaram falhando por diversos motivos, mas o mais recorrente deles era a falta de força no motor. Arthur Davidson ficou responsável pela criação de desenhos e esboços, e Willian Harley pela criação de padrões para a marca, que naquele momentos não tinham ideia do que a marca viria a se tornar, a produção do que é hoje uma das marcas de motocicletas mais famosas e aclamadas do mundo, começou em um pequeno barracão.

 

O objetivo era criar uma motocicleta para pequenas corridas, mas foram precisos dois anos para que uma Harley-Davidson vencesse sua primeira corrida, em 1905 após conseguirem tal feito, contrataram seu primeiro funcionário, as vendas das motocicletas começaram a aumentar e a marca começava a prosperar.

 

Em seus 115 anos de história, a Harley viu o mundo mudar várias vezes, e mudou junto a ele, inclusive participando tanto da 1ª quanto da 2º Guerra, armas foram adaptadas e criadas para serem acopladas as motos para uso dos soldados. Isso foi uma das grandes contribuições para que a Harley viesse a se tornar um patrimônio americano.

 

Além de estar presente em muitos filmes e séries de televisão, a Harley vem acompanhada de uma imagem durona e até meio malvada, as motocicletas marcaram presença e contribuíram para o desenrolar de muitas história de Hollywood, algumas delas como Pulp Fiction, Sem Destino, O Exterminador do Futuro, e a série Sons Of Anarchy, as motocicletas Harley também tiveram seu papel nos filmes da franquia Capitão América da Marvel.

 

A marca já se envolveu em alguns processos polêmicos que levaram a marca a pagar indenizações milionárias. A primeira dela foi em 1997, quando um parafuso com defeito impediu que o americano Thomas Molinaro desacelerasse em uma curva, causando um acidente que o deixou gravemente ferido, ele recorreu a justiça e conseguiu uma indenização de que US$ 9,9 milhões. O segundo caso é bem mais recente, em 2016 a Harley-Davidson lançou um acessório chamado super-tuner, que aumentava o rendimento da moto, aumentando também a emissão de gases poluentes, os Estados Unidos possuem leis muito rígidas para o limite de emissão de poluentes por motos, abrindo um processo contra a montadora, no final das contas o acessório não pode mais ser vendido e a Harley pagou a bagatela de US$ 15 milhões.

Sua popularidade não se limita a apenas terras estadunidenses, no Brasil por exemplo, existe uma fábrica da Harley-Davidson em Manaus só para atender a demanda dos brasileiros, com uma faixa de preço que vai desde R$ 42.000 até R$ 200.000.

Durante muito tempo, não existiu um concorrente páreo para a Harley, mas nos últimos anos ela tem dividido seu espaço com a também americana Polaris, mas mesmo com uma nova concorrente, a Harley ainda lidera nas vendas e nos corações dos motociclistas.

Apesar de manter suas características estéticas marcantes, a Harley não parou no tempo, trazendo cada vez mais inovações em sua mecânica e também na estética, uma das provas de que a Harley já ultrapassou o título de marca e passou a ser considerado uma lenda quando se pode identificar um modelo sem muita dificuldade ou conhecimento sobre motocicletas.

Em 1990 o ronco das Harley-Davidson quase foi patenteado como uma música! É isso mesmo que você leu, os empresários da marca acharam que poderia ser uma boa ideia tornar o ronco do motor de suas motocicletas uma música, mas devido a muitos problemas jurídicos e com outras montadoras que imitavam o ronco característico das Harley, a ideia foi deixada de lado.

A Harley-Davidson é dividida em quatro famílias, são elas as Touring, as Dyna, as Softails e as Sportster. Cada uma das famílias tem suas características para agradar a todos os gostos. As famílias estão representadas respectivamente nas imagens abaixo.

   

Agora você conhece um pouco mais sobre a história dessa lenda do motociclismo e alguns dos motivos que a levaram a defender esse título.

 

fonte: https://doutormultas.com.br/harley-davidson-curiosidades/